30 de nov de 2012

Escândalo em Sciences Po!

Não que alguém mais se importe com ScPo, mas achei têressantzi saber que tá rolando uma major crisis lá. O M. Descoigns era uma figura bem interessante e, certamente, um líder carismático, mas como se trata de uma escola, não achei que fosse rolar esse caos depois da morte dele. Apesar da história toda ser preocupante e talz, eu curto uns babados, so..

A campus tale in Paris

A management scandal at Sciences-Po could undo its global ambitions

Flags drooping on the left bank

IT IS rare for a tale of academic mismanagement in a small institution to grab national attention. But Sciences-Po is no ordinary university. The four most recent French presidents, including François Hollande, studied there. In the heart of the Parisian left bank, it attracts top-rated students and staff. And it has been without a head since its former director, Richard Descoings, died suddenly in April in a New York hotel room.
Now a report on Sciences-Po by the national auditor that talks of “management failure” and “numerous irregularities” has sparked furious debate. Critics have seized on managerial extravagance. Aggrieved students, whose tuition fees have risen sharply, have denounced excessive pay. Others have called for board resignations. And the higher-education minister, Geneviève Fioraso, has overruled Sciences-Po’s choice of successor—Hervé Crès, its deputy director—and imposed a caretaker.
Sciences-Po is an odd creature. The state finances half its budget, but the school is run by a private foundation and is thus unconstrained by rules about selection, fees and salary caps that bind other public universities. Between 2005 and 2010, the school’s budget jumped by over 60%, the state subsidy rose by a third and Sciences-Po more than doubled its student intake, to 3,500. But, says the auditor, it added too many administrative staff, paid them and faculty members too much (Descoings earned €537,247 or $711,585 in 2010) and also took on “risky debt”. The mismanagement, concedes one professor, was “scandalous”.
Sciences-Po says it will clean things up and improve transparency. But the debate has broadened: should it return to its old role as a public-service feeder for the Ecole Nationale d’Administration (ENA), the top civil-service graduate school? Or should Sciences-Po continue with Descoings’s project to turn it into an American-style university that competes globally for students and researchers?
For all his faults, Descoings boldly took on the French establishment. He built exchanges with American universities and lured foreign students to Paris. He recruited students from heavily immigrant banlieues. And he got the school to set up new research centres, such as an economics department. He did all this with a flexibility over recruitment that the French university establishment disliked. “It is very difficult to attract the best and maintain a centre of excellence without this autonomy,” says another faculty member, fretful that it could now be compromised.
The trouble is that in the conservative mind, the saga of Sciences-Po’s mismanagement has undermined its credibility. The old elite may now have a stronger hand against the international-minded inheritors of Descoings. Ms Fioraso wants a new director to be chosen by January. The caretaker who must find one happens to be a former ENA classmate of Mr Hollande’s.

http://www.economist.com/news/europe/21567425-management-scandal-sciences-po-could-undo-its-global-ambitions-campus-tale-paris

 

12 de nov de 2012



Artista svenska, mas o sol é brasileiro, né?

Mais coisas dele aqui.

9 de nov de 2012

I knoooow

Eu sei que eu sumi, mas a vida tá super corrida, I swear.

Apesar disso, I have newzzzz

Recomecei a fazer ourivesaria!!!! A primeira aula foi absolutamente genial. Eu cheguei toda animadinha e não tinha ninguém lá. Entrei em pânico, porque eu estava há semanas planejando brotar lá e começar a fazer jóias lindas. Depois de ligar para o André e tecer teorias complexas sobre como os deuses se voltaram contra a minha pessoa desde o meu nascimento, encontrei meu professor, que estava chegando! Detalhe, eu cheguei com meia hora de antecedência, então, néam...

Enfim, entrei com esse outro aluno e já fiquei animada, afinal, o cara consegue dar aula para duas pessoas ao mesmo tempo, então talvez não fosse tão hippie como o meu antigo professor. Bom, entrando, a coisa ficou ainda mais interessante. São várias bancadas, umas seis. As coisas são bastante organizadas e tem váááárias ferramentas. Aí, começou a chegar um monte de gente e, no fim, todas as bancadas estavam lotadas! Bom, o professor é um doce, tem um aluno que é um véio arquiteto suuuper cool que se inspira em escultores ingleses, uma veinha que não faz nada e fala um monte e mais umas outras pessoas que ficaram trabalhando super concentradas.

O professor me explicou algumas coisas, eu fiz algumas perguntas e, aí, ele me pediu pra fazer alguns anéis de massinha. Depois de algum tempo, conversando e modelando massinha, ele me pediu para escolher um dos anéis. Eu escolhi e, adivinhem; fui instruída a executá-lo em cobre - eu ainda não comprei o material, essa era uma aula teste e ele precisava saber como eu trabalho, o que eu sei fazer etc etc. Bom, terminei o anel e ele parece uma peça de chuveiro! Amei, lógico, e prometo colocar uma foto aqui mesmo nesse post, assim que possível.

Other than that, tenho algumas notícias que, provavelmente, não são suuuper interessantes, mas ..

Bom, a Ju me abandonou aqui no Ethos e já estou duas semanas sem a pessoa distinta dela por aqui, mas ela teve a decência de me deixar uma carta linda comigo antes de partir, iniciando o meu projeto das cartas, que anda meio abandonado por covardia minha.

Vou pirar em Brasília no feriadão em uma festa da Ada, que morava com o André, e pretendo beber todas e voltar desacordada no avião.

Hummm what else? Ah, não ando lendo muito por falta de inspiração, de modo que não tenho muito o que comentar. Ando com muita vontade de ficar toda artística nesse fds, mas ainda não sei se vou levar esse plano até o fim, porque o skate do André chegou e ele vai pirar em sjc e, provavelmente, vai querer companhia (ou não, né? vai pegar as gatas urbanas e skatistas..).

Other than that, eu tenho uma máquina cute de 10 dólares que bate fotos coloridinhas na mesma frame em cores pop arte e queria brincar com quem estiver afins.. Alguém topa? Alguém quer escrever cartas pra mim? Tô carente, né? Credo...

Tá, tirando isso, go Obaaaama uhuuuu e talicoisa..

Bisous